A CORRIDA DOS SONHOS DO KITESURF

Nesse mês de setembro, os Lençóis Maranhenses foram o palco do Red Bull Rally dos Ventos: Uma corrida de Kitesurf com um visual dos sonhos!001

O Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses é um dos pontos turísticos mais belos do Brasil. Conhecido por ser o deserto mais úmido do mundo e pela sua exuberância e grandeza, no penúltimo sábado (13), a calmaria de lá deu espaço para a primeira edição do Rally dos Ventos da Red Bull. Uma competição que reuniu 45 dos melhores atletas de Kitesurf do mundo para uma corrida num cenário inédito.

Como funcionou a prova?

45 competidores, entre eles homens e mulheres, iniciaram a prova na Lagoa das Cabras, no centro do Parque, depois encararam muitas dunas de até 45 metros, algo inédito para a maioria deles, já que estavam acostumados em velejar somente na água, portanto o nível de dificuldade foi altíssimo. Após passarem com o Kitesurf pelas dunas, ganharam um refresco somente quando alcançaram novamente as lagoas naturais. E assim foi se intercalando entre as duas condições durante 16km até a chegada que ocorreu na Lagoa da Andorinha.

Foto: Marcelo Maragni - Lençóis Maranhenses belíssimos e recheados com pranchas de Kitesurf
Foto: Marcelo Maragni – Lençóis Maranhenses belíssimos e recheados com pranchas de Kitesurf

Prancha com prancha na reta final !!

A competição reuniu atletas de várias nacionalidades, mas os que mais se destacaram e dominaram a prova foram os brasileiros. Entre os 5 primeiros colocados, 3 eram cearenses, 1 catarinense e 1 maranhense.

O grande campeão da primeira edição do Rally dos Ventos foi o cearense Alexandre Neto, o 4º melhor do mundo na atualidade. Com uma mescla de preparo físico, mental e muita estratégia, ele teve uma acirrada disputa com o seu conterrâneo Carlos Mário, mais conhecido como Bebê.

Nos metros finais, os dois estavam praticamente empatados quando Alexandre decidiu ir por outro percurso, contornando a duna e então, chegou com seu Kitesurf na água antes de seu companheiro e venceu a disputa. Veja no vídeo que a Red Bull soltou, que emocionante!!!!

Confira o que disse o vencedor:  “Eu vinha na frente durante boa parte da prova mas aqui, bem próximo do final, eu errei e vi que o Bebê me passou. Quando chegamos na última duna, eu estava mais pra direita e vi que ele escolheu um caminho pelo alto da duna, resolvi sair pro lado e, felizmente, encontrei água. Ali, consegui imprimir uma velocidade maior e vencer a prova”. O segundo colocado, o “Bebê” também falou: “Ele estava mais a minha direita e, na hora da decisão, acabou pegando um caminho melhor. Mas faz parte, o importante foi ter feito parte desta prova. Aqui é, sem dúvida, um dos lugares mais impressionantes do mundo”.

Entre as mulheres, também houve disputa acirrada. A estoniana Kristiin Oja e a brasileira, que já foi campeã mundial de Kitesurf, Bruna Kajiya, protagonizaram uma corrida de alta performance durante todo o percurso, mas quem acabou na frente foi a europeia.

Foto: GloboEsporte - Bruna Kajiya, 2º colocada entre as mulheres
Foto: GloboEsporte – Bruna Kajiya, 2º colocada entre as mulheres

 “Larguei mal e, no começo, vi muitos kites na minha frente. Como a prova é um rally e cada um pega um caminho, não sabia se estava em um percurso bom e fiquei bastante surpresa quando cheguei e soube que fui a primeira entre as mulheres. Estava super feliz de estar em um lugar como esse e agora estou mais feliz ainda após saber o resultado”, comentou Kristiin Oja

Veja a classificação final da prova de Kitesurf:

1o – Alexandre Neto – 37.3 min
2o – Carlos Mário (Bebê) – 37.45 min
3o – Bruno Lobo – 39.12 min
4o – Wanderson Souza – 40.47 min
5o – Roberto Veiga – 50.05 min

DSC_0919

 

Os atletas usaram roupas e equipamentos especiais e específicos para o surf! Veja as roupas das melhores marcas de surf! Clique aqui